sexta-feira, 12 de março de 2010

Edição 01 - Lorena, 13 de março de 2010

A vaca foi para o brejo

Vereadores querem saber cadê os R$ 162 mil da Feira Regional de Turismo

clique na imagem para ampliar

Acostumados com denúncias de corrupção, desvio de verbas, ingestão de fluídos corporais masculinos entre outras, os moradores de Lorena foram surpreendidos com a denúncia feita pelo presidente da Câmara Municipal, Élcio Vieira Junior (PV), que leva Lorena a um novo nível na prática do mau uso de dinheiro público.

Prefeito Paulo Neme (PTB)

Superando todas as expectativas e dando uma demonstração de total desrespeito as leis, o prefeito Paulo Neme (PTB) sumiu com 100% de uma verba federal destinada a realização da Feira Regional de Turismo, isso mesmo, 100%, ou seja pegou o dinheiro e não realizou o evento, que teria como objetivo buscar meios para o desenvolvimento do turismo na região e especialmente em Lorena, que apesar de estar entre as cidades com maior fluxo de turismo religioso do Estado de São Paulo pouco se beneficia disso. A feira seria uma oportunidade para operadores do turismo conhecer e incluir Lorena em seus roteiros, o que traria além de lucros para o comércio da cidade um significativo aumento na geração de emprego e renda dos lorenenses.
 
Para entender o caso
 
O deputado federal Marcelo Ortiz (PV), apresentou emenda ao Orçamento da União solicitando uma verba de R$ 140 mil ao Ministério do Turismo para ser realizada em Lorena a Feira Regional do Turismo. O custo total do evento seria de R$ 162 mil, sendo a diferença de R$ 22 mil custeada pela Prefeitura.
A emenda foi aprovada e a verba foi depositada em conta bancária da Prefeitura de Lorena que apresentou ao Ministério do Turismo a prestação de contas, com notas fiscais, cópias de contratos e declarações para justificar o gasto do dinheiro.
Ao tomar conhecimento do fato o vereador Élcio Vieira Junior, que assim como toda a cidade sabe que o evento não aconteceu, pediu a abertura de uma Comissão Especial de Inquérito – CEI, na Câmara Municipal de Lorena, que foi acatada pelos demais vereadores.
Já foram ouvidos pela Comissão diversos Secretários Municipais, que com muito pouca ou quase nenhuma variação responderam às perguntas com: “não sei ou não me lembro”.
Entre os depoimentos a exceção foi o proprietário da empresa Globo do Brasil de Araraquara que supostamente teria realizado o evento, Germano Constantino Batista, dizendo que não fez a Feira Regional de Turismo entre 1º e 4 de outubro de 2009, e que todos os documentos usados pela Prefeitura para prestar contas junto ao Ministério do Turismo teriam sido fornecidos por ele quando da realização da Lorenvale de 10 a 14 de junho de 2009. Perguntado por que então havia recebido R$ 85.500 mil em dezembro, o proprietário da empresa disse que o custo da Lorenvale foi de R$ 162 mil, e que ainda não havia recebido nada. Outra informação surpreendente prestada pelo proprietário da empresa, foi que diversas pessoas do gabinete do prefeito ligaram para seu escritório solicitando que ele assinasse um contrato como se houvesse realizado a Feira Regional de Turismo, que ele nega categoricamente ter realizado.

clique na imagem para ampliar
Após o depoimento do proprietário da empresa, percebendo a gravidade do que ali havia sido dito, o presidente da Câmara Municipal Élcio Vieira Junior e o depoente foram ao Fórum, onde junto ao Promotor de Justiça o Sr. Germano confirmou o teor de suas declarações.
O que não ficou explicado é por que usou-se uma nota fiscal de locação de bens para cobrança de cachê de artistas, emitida em novembro para cobrar uma festa realizada em junho.
Além da empresa Globo do Brasil que recebeu R$ 85.500 mil, aparece na prestação de contas como beneficiada a empresa Gustavo Coura Guimarães ME, que recebeu os R$ 76.500 mil restantes, totalizando os R$ 162 mil.
A Comissão de Inquérito deverá ouvir novamente os Secretários Municipais.



Milagre na garagem

Pastor instala embreagem em caminhão sem motor e sem câmbio

A Secretaria de Serviços Municipais, conhecida popularmente como “Garagem da Prefeitura”, sempre foi o local de trabalho dos mais esforçados e mais mal remunerados funcionários da municipalidade. Graças a eles que nossas ruas eram limpas, as praças conservadas, nosso lixo era coletado, etc. Porém desde a posse do prefeito Paulo Neme (PTB) em 2005, o local transformou-se em algo que não existem palavras para definir.


O secretário municipal Pastor Reinaldo Vendramini

 Logo nos primeiros dias os recém nomeados funcionários do prefeito recolheram todo o material que encontraram: peças, ferramentas, máquinas e outros objetos que julgaram inservíveis e venderam por peso em um ferro velho e o dinheiro apurado com a venda literalmente virou pó e fumaça.
Os funcionários que ali trabalhavam há muitos anos espantaram-se com o fato, mas como os autores da arte eram nomeados pelo prefeito para comandar o local, nada pode ser feito, assim como quando eles resolveram vender a cabine de um caminhão e o motor de uma ambulância.
Neste segundo mandato o que parecia impossível vem acontecendo, e o dito popular “as coisas sempre podem piorar” vem se confirmando.
No dia 20 de abril de 2009, foram compradas duas correias dentadas para a Saveiro placas CDZ 1088, conforme as requisições 42475 e 42479, entregues, cobradas e pagas pelas notas fiscais 2983 e 2985, ambas emitidas em 20 de abril de 2009 pela empresa Gaiola Auto Peças ME, de Lorena, o que nos leva a acreditar que forças sobrenaturais estariam atuando neste veículo, ao contrário dos demais existentes na face da terra que possuem apenas uma correia dentada que dura algo em torno de 5.000 Km segundo os fabricantes. Outra evidência da capacidade de fazer milagres do Pastor Reinaldo Vendramini, Secretário Municipal de Serviços Municipais e responsável pela Garagem, teria sido a compra em março de 2009 de peças para o caminhão Ford placas CFC 1520, sem motor e câmbio conforme relatório do Setor de Patrimônio da Prefeitura. Foram comprados rolamentos, retentores, travas das rodas, kit de embreagem e rolamento do cardan. O caminhão foi vendido por pouco mais de R$ 8 mil em leilão realizado em agosto de 2009. As peças foram adquiridas na empresa Embrevale Comércio de Auto Peças de Guaratinguetá.
Abaixo os documentos do "milagre"
As requisições para compra das correias dentadas


As notas fiscais de compra das correias dentadas

A requisição de compra de peças para o caminhão Ford placa CFC1520

A nota fiscal de compra das peças e o relatório da Sec. Mun. de Adminstração

O recibo do leiloeiro da venda do caminhão sem motor



IPTU em Lorena sobe mais que preço do tênis

DIEESE aponta índice negativo para vestuário de 2,19%

O DIEESE – Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos, órgão responsável pela apuração dos índices oficiais de inflação, apontou em seu balanço do ano de 2009, que a inflação foi de 4,05%, e o item vestuário, que engloba entre outras coisas, tênis, bermudas, camisetas e bonés teve uma deflação (índice negativo) de 2,19%.
Já em Lorena o reajuste da Planta Genérica dos imóveis, de aproximadamente 60%, levou na prática ao aumento de até 500% no IPTU de alguns imóveis. Ações na Justiça ainda tramitam na tentativa de mudar a situação.
Nesta semana a Prefeitura gastou parte do IPTU que começou a arrecadar para informar via panfletagem e veiculação na TV, que foi negada uma liminar em uma dessas ações. Só faltou informar que o processo ainda continua, e não há decisão nenhuma judicial sobre o assunto.


Deu a louca na galera

Muvuca na Câmara termina com polícia

Policiais militares no plenário da Câmara

Na última sessão da Câmara Municipal de Lorena, tudo corria bem enquanto o presidente da ADEFIL – Associação dos Deficientes Físicos de Lorena, Celso Rangel, fazia uso da tribuna para expor os trabalhos da entidade e pedir como sempre e com muita razão, maior apoio do Poder Público, já que a associação faz o que este, por falta de competência e vontade política, não faz.
Os vereadores, como sempre, um após o outro se diziam preocupadíssimos com a situação da entidade e só não propuseram buscar dinheiro na União Européia porque não devem saber com quem falar. Mas se colocaram à disposição para com seus candidatos a deputado, que nunca mais vão voltar em Lorena só na próxima eleição municipal quando vão dar dinheiro e material para seus vereadores/cabos eleitorais, e não raramente sem registro na prestação de contas, a “buscar soluções” para a ADEFIL, como fazem ano eleitoral, após ano eleitoral.
Lá pelas tantas quando o presidente da Câmara Élcio Vieira Junior (PV) foi fazer uso da tribuna, citou que a Prefeitura poderia ajudar de forma mais concreta a entidade, e lembrou que verbas como a da Feira Regional de Turismo que são desviadas para não se sabe onde, ou para quem, poderiam ter uma destinação mais nobre, como a ADEFIL.
A partir deste momento, funcionários da Prefeitura presentes na galeria da Câmara começaram a manifestar-se de forma inadequada, mais ou menos como acontece na casa do prefeito quando o dinheiro não dá nem para o tênis.
A sessão foi suspensa, mas a confusão continuou, palavrões e ofensas pessoais foram dirigidas ao presidente da Câmara que solicitou a presença da Polícia Militar para por um fim na confusão.
Segundo cidadãos presentes, os responsáveis pelo início da confusão seriam dois funcionários da Prefeitura chamados Dagoberto e Gustavo Piranha.

Curtas e Boas

A verdade sempre aparece
Mesmo que seja com notas frias, contratos fraudulentos e dinheiro desviado.
Vocês lembram da minha voz...
No caso do vereador Totô (PTB) a voz mudou, agora serve para criticar os que antes ele elogiava, já os cabelos continuam os mesmos.
Vai ter que descer do muro
Muito em breve o vereador Rogerinho 100% (PDT), será obrigado a descer do muro e declarar de que lado está, sua base de apoio mostra-se a cada dia mais volátil.
Tal e qual
Transferir funcionário ligado à oposição para longe, desvio de verbas, favorecimento pessoal, escândalos, pobre Lorena, só mudaram as moscas.
Eu sei o que você fez no Natal passado
Imaginem só, dos R$ 162 mil, só deu para comprar as lampadinhas chinesas de Natal da Praça Arnolfo Azevedo, não é mesmo Marcelo?
Qual Marcelo?
Bustamante, Paraná, Ortiz, Pazini, ou outro, vocês escolhem, mas que foi um Marcelo foi!
Fazendo escola
O ilustre governador encanado de Brasília, José Roberto Arruda ao encerrar sua carreira política no Planalto Central deverá retornar para sua cidade natal Itajubá, de tão perto quem sabe ele poderá vir a cursar um PHD em Lorena, afinal golpe de 100% nem ele deu.
O uso do cachimbo entorta a boca
Seja na Câmara, seja na Secretaria de Saúde, um contratinho sem serviço prestado parece ser a especialidade do vice.

8 comentários:

André disse...

Com tanto de ruim sendo divulgado em relação à prefeitura só falta terminar em pizza.Mas é preciso ressaltar que os funcionários que foram à câmara municipal não são os de carreira, pois têm mais o que fazer e sim os comissionados de paulo neme.Acho que se colocar os presidiários na prefeitura eles governariam melhor!

Tadeu disse...

Quem garante que nao sao os presidiarios que dao sustentaçao ao Sr. Prefeito.

Anônimo disse...

O que falta no Brasil é a pena de morte por enforcamento. Canalhas, destruidores do futuro.

STEVE HEAVYS disse...

PARABÉNS PELO BLOG, LUCIANO!!

Anônimo disse...

Realmente os comissionados assinam atestados de vagabundo mesmo, durante o dia ficam caçando prosa na cidade e espionando de janelinhas de secretarias, a noite vem com teatrinho mal montado para sessões na segunda!!! Palhaçada !!! Definitivamente, o nariz de palhaço, do inicio desta montagem teatral de nosso Prefeito e seus cupixos, cabe perfeitamente ...

Anônimo disse...

Bolo no café!
Luciano,o Paulo Francis do Vale.
O que melhor escreve política em Lorena. Um grande Abraço !

Anônimo disse...

Coisa de quem não tem o que fazer.
Vai ver direito quando entro e quando saiu pra depois vc tira suas conclusões!!!
Desocupado...

Anônimo disse...

Esse PASTOR REINALDO sempre foi um espertinho, imagina assumiu a Igreja Pentecostal Livre, na verdade tomou do Pastor Samuel..E ai com falcatruas fez obreiros inocentes e leigos assinar atas de sua vitalicidade a presidencia. De pobre da Roça passou a desfilar em Lorena com carrões, sem contar com a riqueza que hj tem? De onde vem o dinheiro do REINALDO? Agora entrou na politica e ja ta fazendo feio, que mau exemplo, que pastor que só pensa em dinheiro e se dar bem...A casa ta caindo né REINALDO vendramini, cuidado pois DEUS já esta revelando quem é vc