sexta-feira, 26 de março de 2010

Edição 03 - Lorena, 27 de março de 2010

A janela e a paisagem

Em apenas duas edições do P&B Poucas e Boas, foram publicadas algumas das coisas que infelizmente acontecem em Lorena, e podemos afirmar que foi apenas a pontinha do iceberg, como vocês poderão conferir nas próximas edições, isso mesmo o P&B vai continuar.
Dezenove pessoas foram citadas nominalmente nas matérias veiculadas nessas duas edições, incluindo nesta conta as notinhas da coluna Curtas e Boas, e curiosamente sem a preocupação de apresentar aos cidadãos lorenenses justificativas plausíveis para o caos e a pouca vergonha que diariamente fica explícita, ninguém entre os citados nos procurou para apresentar formalmente alguma justificativa ou mesmo contestar o que havia sido publicado. Mas alguém, não necessariamente nenhum dos dezenove citados, preferiu atacar ao editor do jornal, o que parece que é mais fácil do que explicar para onde e com quem fica tanto dinheiro roubado, por que a frota da Prefeitura a cada dois anos praticamente é transformada em sucata, por que o Mercadão continua abandonado, por que a saúde pública é tão precária, por que o transporte coletivo é um lixo, por que as ruas da cidade só não são piores que as de Bagdá, qual a solução dada ao caso dos computadores roubados, qual o resultado da sindicância sobre desvio de dinheiro e suposto envolvimento da funcionária morta na Via Dutra, por que se forma todas as noites uma fila de jovens na porta da casa do prefeito, enfim são tantas as perguntas sem resposta que seria necessário um livro de muitas páginas para descrever a desgraça que se abateu sobre a cidade.
Infelizmente não posso citar nominalmente um covarde que se esconde no anonimato, diferentemente do Poucas e Boas que tem em seu expediente a identificação de quem o faz conforme a exigência legal, mas o que se poderia esperar de quem não respeita o próprio corpo e transforma a boca em latrina.
Esse covarde demonstrou sua preocupação em saber quem financia ou financiaria o jornal, vejo-me obrigado a lembrar ao covarde que menos de um terço da população escolheu a patuléia que aí está, os outros dois terços de cidadãos fizeram escolhas diferentes, e é entre eles que estão as pessoas que entendem ser necessária haver a devida transparência em tudo que se refere à administração pública e nos assuntos de interesse da população.
Posso também afirmar que continuaremos a publicar o Poucas e Boas, gostem ou não, até porque não há como temer quem não tem coragem nem de assumir suas posições, e por fim apresento uma lista de quem nós não aceitaríamos financiamento em nenhuma hipótese:
Pedófilos, usuários de carro oficial que leva garotos para finais de semana de amor em hotéis de Itatiaia/Penedo, corruptos, cheiradores de cola, cocaína e de saco, fariseus, indiciados criminalmente por compra de votos, socialaites falidos pendurados nas tetas da prefeitura, engenheiros amigos de empreiteiros, advogados de pittboys, assessores de deputados federais que contratam empresas para realizar festas nas cidades para onde verbas federais são destinadas, compradores e vendedores de terrenos superfaturados, fornecedores de serviços e produtos inexistentes e outros escroques que andam por ai, que parecem haver esquecido que o poder passa, e passa logo, e como ratos em breve precisarão voltar para suas tocas, e que a imprensa é só a janela, ela não é a culpada pela paisagem.
 
Ele também faz milagres
 
Em cinco meses Câmara Municipal consumiu 28.000 capas para projetos e 28.000 envelopes timbrados

Vereador Galão Aquino (PMDB). A ilustração acima foi feita a partir da obra de Michellangelo,
“A criação de Adão” pintada em 1510 na Capela Cistina no Vaticano. (P&B também é cultura)

Ao contrário do que a maioria da população afirma, que os vereadores não trabalham, a Câmara Municipal de Lorena têm números que desmentem esta afirmação.
Em 2008 presidida pelo vereador Galão Aquino (PMDB), durante o período eleitoral, em 1º de agosto, e após as eleições em 10 de outubro e em 18 de dezembro há treze dias do final daquele mandato, já com a Câmara fechada, foram gastos pouco mais de R$ 23 mil com a compra de envelopes timbrados e capas de projetos (capas de papelão fino iguais as encontradas em papelarias, porém com o timbre da Câmara Municipal).
Para se ter uma idéia da capacidade de produção dos vereadores, a preço de varejo estas capas custam aproximadamente em torno de R$ 0,40, assim como os envelopes se forem os maiores, supondo que foram compradas quantidades iguais temos 28.886 pastas e 28.886 envelopes em cinco meses, de agosto a dezembro de 2008, ou 5.777 capas e envelopes por mês, divididos pelo número de dez vereadores resultando em 577 projetos e 577 correspondências mensais, ou 26 projetos e 26 correspondências diárias considerando-se um mês de 22 dias úteis, ou ainda pouco mais de 3 projetos e 3 correspondências por hora, num dia de 8 horas de trabalho, um recorde absoluto nunca visto na história da humanidade.
Gênesis segundo Galão Aquino
1 No princípio Galão Aquino (PMDB) se elegeu vereador e depois presidente da Câmara.
2 E a Câmara ainda estava agitada; e havia trevas sobre as contas do ex-presidente.
3 E disse Galão: Faça-se o cheque; e se fez o cheque.
4 E viu Galão que eram bons os cheques; e fez Galão separação entre os fornecedores de sua confiança.
5 E disse Galão: Haja muitas obras e muitas compras na Câmara, e haja separação entre o que eu digo e que eu faço.
6 E fez Galão a expansão de seus ganhos, e fez separação entre as verbas comprometidas com despesas reais e as verbas que estavam disponíveis.
7 E chamou Galão à expansão de esperteza.
8 E disse Galão: Ajuntem-se as notas fiscais; e apareça o empenho para pagamento; e assim foi.
9 E chamou Galão a porção de notas fiscais; e aos empenhos de possibilidades; e viu Galão que era bom.
10 E disse Galão: Produza-se a documentação necessária, licitações, contratos, e assim foi.
11 E licitações, contratos, e recibos foram produzidos conforme a disponibilidade de caixa.
12 E disse Galão: Haja muito dinheiro para eu pagar minhas contas de campanha, e que eu ganhe mais por dias e anos.
13 E sejam vocês eleitores enganados mais uma vez, e assim foi.
14 E disse Galão: Produzam cheques abundantemente, que sejam sacados na boca do caixa, em dinheiro.
15 E Galão os abençoou, dizendo: Frutificai e multiplicai-vos, e enchei meus bolsos.

Falta médico, falta remédio, e muita vergonha

Paulo Neme responsabiliza Marcelo Bustamante por crise na saúde, acusa empresa e paga a conta de meio milhão de reais

Prefeito Paulo Neme (PTB)
Os precários serviços de saúde prestados à população de Lorena, segundo a Secretária de Saúde em exercício, Dra. Elisângela Rodrigues, o ex-Secretário de Negócios Jurídicos, Dr. Roda e o Prefeito Paulo Neme (PTB), são responsabilidade do vice-prefeito e ex-Secretário de Saúde Marcelo Bustamante (PTB).
A afirmação está baseada em avaliação datada de 08/10/2009 de autoria da Dra. Elisângela, onde pode-se ler:
“...Os relatórios contábeis apresentados pelo Instituto Sollus não contém dados detalhados que permitam identificar com precisão os gastos realizados... O Instituto Sollus entregou a Secretaria de Saúde diversos relatórios que indicavam o crescente número de funcionários e do valor total dos serviços, valendo ressaltar que era o próprio Secretário de Saúde que liquidava as notas...”.
O parecer do Dr. Roda diz:
“...que os pagamentos até então realizados ultrapassam os valores previstos no termo de parceria, não houveram os treinamentos descritos na prestação de contas, dados contábeis revestidos de imprecisão, as notas, mesmo incompatíveis foram liquidadas pelo Secretário de Saúde...”
O prefeito acatando o parecer, manda que sejam apuradas as irregularidades e que o responsável, ou responsáveis, sejam punidos de acordo com a lei.
Para entender o caso:
A Prefeitura de Lorena desde o primeiro mandato do prefeito Paulo Neme (PTB), decidiu terceirizar os serviços de pronto atendimento (Pronto Socorro), e PSFs (Programa Saúde da Família), os populares postinhos de saúde.
A empresa contratada na época foi a UNIFESP, ligada à Universidade Federal de São Paulo, que após nebulosas negociações, uma quantidade enorme de verbas recebidas e pouco explicadas e denúncias de atividades incompatíveis com a atividade de OSCIP-Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, teve seu contrato rescindido pela Prefeitura de Lorena.
Seguindo pelo mesmo caminho o prefeito decidiu que novamente iria terceirizar o serviço e contratar uma nova OSCIP.
O contratado foi o Instituto Sollus, e assim como a entidade anterior deveria prestar serviços de saúde no Pronto Socorro e nos postinhos de saúde. A coisa parecia ir bem até que no ano passado, quando disseram que a crise mundial , tempestades solares, o buraco da camada de ozônio ou os gastos de campanha, teriam afetado o caixa da Prefeitura.
O fato é que em casa que falta pão todo mundo grita e ninguém tem razão, e quando o dinheiro ficou curto os primeiros a sentirem o efeito da suposta crise foram justamente os funcionários contratados pelo Instituto Sollus para trabalharem no Pronto Socorro e nos postinhos.
O resultado foi a paralisação parcial do atendimento no Pronto Socorro e nos postinhos, e até mesmo a quase, ou mais ou menos greve dos médicos e consequentemente, como sempre, a população mais carente que utiliza os serviços públicos de saúde foi prejudicada.
Como para os mansos é mais fácil vender o sofá, do que largar da esposa, o prefeito saiu em busca de um bode expiatório e exonerou o Secretário de Saúde, que também é o vice-prefeito e mesmo tendo em mãos o relatório da atual Secretária de Saúde, Dr. Elisângela e do então Secretário de Negócios Jurídicos, Dr. Roda apontando diversas irregularidades na execução do contrato, assinou uma confissão de dívida que vai garantir ao Instituto Sollus o recebimento de aproximadamente meio milhão de reais.

Saindo do armário

Depois do futegay, do Rainha gay e da romaria de garotos nas imediações da Rua Prof. Frederico Ramos, Lorena homenageia movimento gay nas cores de prédios públicos

O projeto, a bandeira e Dicesar da tribo dos coloridos do BBB10
Demonstrando sensibilidade e total sintonia com o prefeito Paulo Neme (PTB), sempre preocupado com as crianças e adolescentes, o secretário de obras Célio Melilo (PSDB), apresentou no site da Prefeitura os projetos das novas creches de Lorena.
De autoria das arquitetas Vivian Sfair e Juliana Pinho, o projeto das novas creches conta com berçário, maternal, sala de pré-escola, recepção, administração, diretoria, dois banheiros, refeitório, pátio coberto, lactário, trocador, cozinha, vestiários de funcionários, área de serviço e playground.
Para o secretário, segundo suas palavras: “Devido ao público que visam atender, a construção será mais humanizada. As cores terão destaques”.

O importante não é o tamanho, mas o prazer que proporciona

Chiquinho Carteiro pega firme no cabo em obra no campo do Vera Cruz

Vereador Chiquinho Carteiro (PDT) na obra do Campo do Vara Cruz
Para confirmar o dito popular o vereador Chiquinho Carteiro (PDT), nos alto dos seus 1,55 m, colocou a mão na massa, literalmente, na reforma do campo do Vera Cruz.
O campo que há muito tempo esteve abandonado, está sendo reformado graças a uma ação conjunta dos vereadores Élcio Vieira Junior (PV) e Chiquinho Carteiro (PDT), que em conjunto estão arcando com os custos da reforma.
O vereador Chiquinho disse que o Bairro da Cruz, um dos maiores da cidade não poderia ter sido abandonado como foi, e por isso está fazendo este esforço: “Cansei de esperar, era só promessa e discurso, mas ninguém meteu a mão no bolso para ajudar o pessoal daqui”.
Na mesma linha segue o vereador Élcio Vieira Junior: “Por muito tempo o campo esteve sob o controle de políticos do bairro, e na hora em que a comunidade que usa este espaço mais precisou foram ausentes, espero poder estar contribuindo, e especialmente com a crianças e esportistas do bairro”.

Chiquinho Carteiro (PDT), Élcio Vieira Junior (PV) e o
presidente Alfredinho
Para Alfredinho presidente do clube a ação dos vereadores vai beneficiar toda a comunidade do bairro.
Está sendo feita a reforma das arquibancadas, colocação de novos alambrados, reforma dos banheiros/vestiários e bancos de reservas.

Bom negócio é ter imobiliária em Lorena

Prefeito anuncia pela terceira vez a construção de casas populares

Dr. Roda (PSB), Célio Melilo (PSDB), sei lá quem, Paulo Neme (PTB), sei lá quem também
Assim como vem fazendo desde o início de seu primeiro mandato o prefeito Paulo Neme (PTB) anunciou novamente a construção de casas populares, desta vez falou em duzentas casas que serão construídas em um terreno localizado no bairro do Aterrado entre a Vila dos Comerciários e o Portal das Palmeiras.
As duzentas casas que o prefeito anunciou terão as obras iniciadas em dez dias, e esperamos que não tenham o mesmo destino das outras que deveriam ter sido construídas na Ponte Nova, no Jardim Novo Horizonte e na Vila Rica, conforme também foi efusivamente anunciado e usado como justificativa na Câmara Municipal para a compra de terrenos, que hoje servem de criador de mosquito da dengue e depósito de lixo, e que até agora só beneficiou aos ex-proprietários e as imobiliárias que participaram do negócio, aquelas que forneceram avaliações que até os erros de português eram os mesmos.
A assinatura de mais um contrato com a Caixa foi feita nesta semana em evento realizado na cidade de Serra Negra, com a presença do prefeito Paulo Neme (PTB) e seus preferidos para sucessão, o Secretário de Obras Célio Melilo (PSDB), e o ex Secretário de Negócios Jurídicos e agora advogado particular do prefeito Dr. Roda (PSB).


Erramos

Vereador Totô (PTB)
Diferentemente ao que publicamos na edição anterior, o vereador Totô (PTB), não votou contrariamente ao requerimento solicitando cópias de notas fiscais.

Curtas e Boas

A verdade sempre aparece
Estão muito contentes os funcionários da Prefeitura que continuam ganhando pouco, e recentemente descobriram que alguns só para acompanhar o prefeito e fazer baderna na Câmara chegam a receber quase R$ 5 mil por mês.
Efeito colateral
A saída do Dr. Roda (PSB) da Prefeitura teve como efeito colateral a eminente substituição de seu irmão, Dr. André na Secretaria de Negócios Jurídicos. O cargo que ele ocupa passará a ser ocupado pelo filho do deputado federal Marcelo Ortiz (PV), mais um de Guaratinguetá.
Efeito colateral II
O preferido do Dr. Roda para substituí-lo era o Dr. Marcos Sá, porém sua ligação com o ex-prefeito Aloísio Vieira dizem ter sido o fator determinante da recusa do prefeito.
Questão de lógica
O vereador Galão Aquino (PMDB) que controla as Secretarias de Esportes e a de Juventude ao ser perguntado sobre as verbas federais desaparecidas respondeu: Não “CEI” vou perguntar ao prefeito, o que devo responder.
Fazendo sucessso
O lorenense Fernando Romeiro Reis que diariamente entra ao vivo no programa do Datena, agora também presta seu importante serviço de previsão do tempo para Lorena e região na Rádio Cultura.

12 comentários:

Anônimo disse...

Infelismente oque vivemos atualmente em Lorena - SP, é o domínio absoluto de uma pequena massa corrupta e criminosa, quase sempre alimentada de idéias cujo intúito é almentar a criminalidade e as falcatruas. Convivi com ladrões e politicos, como bom profissional não virei nenhum dos dois, E deixo aqui expressado meu pensamento:
A diferença entre os LADRÕES e CRIMINOSOS de lorena, e os "POLITICOS CORRUPTOS" em lorena, é apenas a questão da contratação dos mesmos por parte do governo, que os permite roubar justificando, necessidade de alimentar os próprios bolsos.

Abraços aos cidadãos sãos, honestos, trabalhadores, e tão sofridos, desta humilde provincia, chamada Lorena.

Anônimo disse...

Realmente os comissionados assinam atestados de vagabundo mesmo, durante o dia ficam caçando prosa na cidade e espionando de janelinhas de secretarias, a noite vem com teatrinho mal montado para sessões na segunda!!! Palhaçada !!! Definitivamente, o nariz de palhaço, do inicio desta montagem teatral de nosso Prefeito e seus cupixos, cabe perfeitamente ...

Willian disse...

2 comentários... caraca! O popular era mais popular!

Luciano Meira disse...

Willian obrigado pelo comentário. Mas não tenho como aferir a popularidade do blog em relação ao jornal, até porque o jornal não tinha este tipo de interatividade.
Os comentários de fato mostram um número muito inferior ao único parâmetro que tenho aqui, que é o número de acessos, agora em 1023, talvez as pessoas não se sintam a vontade para comentar, ainda não sei te dizer o que fato acontece, sou iniciante nesse negócio de blog.
Mas quem sabe, assim como você outras pessoas sintam-se estimuladas e esse número aumente, seria muito bom.
Mais uma vez muito obrigado pelo comentário.

Anônimo disse...

É muito triste quando observamos pessoas que até bem pouco tempo julgavamos honestas e sérias e agora comprovamos que estão metidas nesta sujeira plantada em Lorena. A população está indignada. É preciso fazer alguma coisa para mudar esta situação e assim melhorar nossa cidade.

Jose Antonio disse...

Parabéns Sr. Luciano,
Precisamos de uma imprensa que denuncie toda esta barbaridade que está por aí. Que mostre onde a população errou para que não erre novamente. Isto também vale para o Brasil. O povo precisa aprender a votar e não se apegar a coisas pequenas que não trazem beneficios para a comunidade.

juliodeltio disse...

Lamentavelmente esta é a cidade em que vivemos. Ações como esta, a do P&B, em mostrar a realidade escondida de nossa cidade, deveriam ser pano de fundo para inicio de um ajuste e ordenação da cidade. Será que ninguem ainda percebeu que Paulo Neme nao tem condições minimas para administrar a cidade? ou será que teremos que assistir a destruição da cidade para acontecer? Mais tarde, nao adianta lamentar.

André disse...

Sempre comento para o blog atrás das cortinas e será um enorme prazer fazer o mesmo neste blog. Lorena está assim pois a maior parte da população infelizmnte não presta,elegeram paulo neme para prefeito e montaram um bando de artistas para a câmara que virou um circo! Esse bando de incompetentes que não conseguiram emprego por méritos próprios venderam seus votos para continuar ou para ter um cargo na prefeitura.Na sua maioria um bando de vagabundos, não fazem nada a maior parte de um dia de trabalho e se poêm a brincar na net em quase todo expediente e fazem de tudo para prejudicar o funcionário de carreira.O fato é que isso não vai mudar e com certeza tudo se repetirá de novo, sabe por quê? Porque a maior parte do povo de Lorena não presta e se vende por pouco, pode parecer que estou jogando pedra mas é a pura verdade!

conexao-politica LORENA disse...

Imagine o presidente da câmara iniciando as sessões com os dizeres: desrespeitável público, o show vai começar! seria engraçado se não fosse trágico. Na Idade Média, o governo oferecia " pão e circo" para ludibriar o povo... em Lorena a incompetência é tanta, que andam oferecendo "circo", mas pão que é bom, nada!
Vê se de tudo no circo municipal, desculpas, retificando: câmara municipal. Tem vereador na corda bamba, que é o caso do vereador mafú que além de ser companheiro do Elcinho e vice- presidente da casa, é também grande adimirador do prefeito (hoje inimigo do presidente da câmara).
Na jaula do leão esta o vereador Galão Aquino que cutucou a fera com vara curta e esta sendo chamado de ladrão,por ele. Ecinho o acusa de desvio de verbas, na ocasião em que foi presidente da câmara. Galão Aquino conta-ataca dizendo que o Elcinho invadiu seu galinheiro, desculpas novamente, retificando: gabinete e afirma ainda que ele chegou de bicicleta em Lorena, enriqueceu as custas da prefeitura e que hoje, ele é o demônio desta cidade.
Dr. Martinho esta sempre aproveitando as oportunidades para atirar facas na administração e o vereador Marcelinho, líder do prefeito, tem que fazer marabalismo pra defender o executivo
Já o totô que sempre foi mais oposição ao Elcinho que ao próprio prefeito, esta perdidinho agora que o presidente da câmara caiu com duas CEIs e um empurrãozinho do Galão , na oposição e vem se saindo um aparente trapezista, pulando de um lado para o outro, sem saber onde aterrissar.
Sim, é verdade, faltou o palhaço(S), mas este deve aparecer nas próximas apresentações..
Dr.Lorani, Chiquinho, Zé Carlos e Rogerinho, parecem mágicos, quando as coisas esquentam eles desaparecem do picadeiro, errei mais uma vez, desculpas, retificando: plenário
Já eu, não gosto muito de circo, mas tenho que concordar que este picadeiro de atrações que o circo se transformou é bem mais divertido do que o palco de encenações com o qual eu já estava acostumado.

Já eu, que tenho minha cadeira cativa na platéia, continuo na critica, sempre acertando em minhas previsões, não, não sou vidente, apenas um eleitor politizado.

Anônimo disse...

O Sr. Prefeito, é cego ou miupe, o secretaria de finanças Dr. Judih, nao tem conhecimento nenhum de planejamento administrtivo, pelo que foi sendo verificado, agora coloca uma aprediz de "Adevogada" como secretaria de saúde, que diz em alto e bom som que quem manda em sua pasta é ela, e q.
e o chefe do executivo nao interfere em sua pasta, e se na cei da sollus na camara, colocou a culpa no Dr. Marcelo Bustamente, e no prefeito.
será que o prefeito nao sabe que ela e Aloisete? e que se depender dela o dr. Marcelo bustamante vai preso junto com o prefeito.

Anônimo disse...

BOLO NO CAFE.LUCIANO,O PAULO FRANÇIS DO VALE.PARABENS!!!

Anônimo disse...

BOLO NO CAFE.LUCIANO MEIRA,O PAULO FRANCIS DO VALE.PARABENS!!!